Bauru

05/06/2021 - 05h00

Satisfeito

O secretário de Saúde Orlando Costa Dias se disse feliz com a reunião que teve com os vereadores Borgo (PSL), Meira (PSL) e Lokadora (PP), na quinta-feira (3), para tratar da criação de uma nova Central de Triagem para Covid-19. "O vereador deve cobrar, fiscalizar e chamar a atenção do Executivo para os problemas da cidade, mas também tem que ajudar, dar sugestões, participar e ajudar ", disse. Leia mais na pág. 3

Chapéu

Aproveitando a visita do ministro Marcos Pontes a Bauru, neste fim de semana, o vereador Eduardo Borgo (PSL) pretende pedir sua intervenção junto ao presidente Jair Bolsonaro visando a federalização do Hospital das Clínicas de Bauru, já que o ministro tem agenda e deve estar com o presidente na amanhã de segunda-feira (7).

Compromisso

Ainda na saúde, segundo o vereador Júnior Rodrigues (PSD), a prefeita Suéllen Rosim se comprometeu a iniciar a licitação para reformar a Emei Vera Lúcia Cury Savi, no segundo semestre. Vereador e prefeita estiveram no prédio da escola que, abandonado, tem servido de abrigo a andarilhos, vândalos, marginais e usuários de drogas.

Abdala

O Consórcio Nacional de Vacinas das Cidades Brasileiras (Conectar), iniciativa que conta com o apoio da Frente Nacional de Prefeitos, avançou nas interlocuções diplomáticas para a aquisição emergencial de vacinas contra a Covid. Com o objetivo de garantir mais agilidade ao Plano Nacional de Imunização, o Consórcio registrou na quarta (2) manifestação de interesse em 4 milhões de unidades da vacina cubana Abdala, produzida pelo Centro de Engenharia Genética e Biotecnologia (CIGB).

Salvar vidas

Gean Loureiro, prefeito de Florianópolis e presidente do Consórcio, afirmou que a ideia é obter uma posição estratégica para compra, assim que os imunizantes foram liberados. "Não temos tempo a perder! Estamos atuando em cinco frentes diplomáticas diferentes, junto aos governos americano, chinês, russo e alemão, além do cubano, com o propósito de salvar vidas", explica

Cubano

A vacina Abdala é a que está em fase mais avançada entre os cinco imunizantes cubanos em estudo e as primeiras doses da vacina devem ser aplicadas na população local em junho. Representantes do Conectar de São Paulo e Belém haviam se reunido com o time técnico do laboratório cubano CIGB no dia 20 de maio para estabelecer possíveis acordos comerciais, encontro mediado por membros da embaixada.

Conectar

Maior consórcio público do país, o Conectar busca fortalecer o sistema público de saúde por meio da compra, não apenas de vacinas, mas de insumos médico-hospitalares e equipamentos de proteção individual em escala.

Ler matéria completa