Bauru

12/10/2021 - 05h00

Fundo do poço 1

O vereador José Roberto Segalla (DEM) fez uma publicação em suas redes sociais, no final de semana, quando classificou de inadmissível o desdobramento da instalação do poço da Praça Portugal, que foi inaugurado e depois paralisado devido à quebra da bomba e falhas na instalação.

Fundo do poço 2

"A promessa de uma obra de 120 dias durou 78 e foi mais do que comemorada pelo DAE e Prefeitura de Bauru. Tudo certo, se o poço estivesse em pleno funcionamento, mas não foi isso que ocorreu. Primeiro quebrou a bomba (que já não era nova), depois o cabo apresentou defeito e, agora, a fornecedora do mesmo cabo enviou o material, mas fora dos padrões porque a autarquia não fez a especificação", lamentou Segalla.

Responsabilidade

O experiente vereador classificou a gestão da prefeitura em relação à crise hídrica como incompetente. "Nesta crise hídrica, estamos sofrendo não apenas pela falta de chuvas, mas também pela incompetência de gestão e por um serviço mal-executado. Em nome de todos os bauruenses, cobraremos que os envolvidos sejam responsabilizados", afirmou Segalla.

Visita a hospitais

Os vereadores Junior Lokadora (PP) e Coronel Meira (PSL), acompanhados do secretário de Saúde, Orlando Dias, estiveram nesta segunda-feira (11) nos hospitais de Base e Estadual para acompanhar a ocupação dos leitos de UTI dos dois hospitais, na expectativa de que os leitos que atendiam pacientes com Covid-19 sejam direcionados para atendimentos gerais, de pacientes com outras enfermidades.

Doenças respiratórias

Conforme o JC noticiou no domingo, o Hospital Estadual de Bauru não tinha nenhum paciente internado com Covid, na última sexta-feira (8). Com a queda dos indicadores da pandemia, a unidade retomará o atendimento de outras patologias e iria ativar, nesta segunda-feira, sua nova Unidade de Cuidados Respiratórios (UCR), onde serão atendidas diversas doenças respiratórias, incluindo a Covid-19.

Sessão na quarta

A sessão da Câmara Municipal de Bauru que seria realizada ontem foi transferida para esta quarta-feira (13/10), em decorrência do ponto facultativo na segunda-feira e do feriado nacional de Nossa Senhora Aparecida, Padroeira do Brasil, nesta terça-feira (12/10). A partir das 13h de amanhã, os vereadores estarão reunidos novamente em sistema híbrido, presencial e em ambiente virtual, como já vinha sendo feito.

Ler matéria completa

×