Bauru

12/01/2022 - 05h00

Pai em cena

O pai da prefeita Suéllen Rosim (Patriota) entra em cena na política de Bauru. Dozimar Francisco Rosim acaba de ser nomeado presidente da Comissão Provisória do PSC (Partido Social Cristão) na cidade. A vice-presidente para os próximos dois anos será a atual secretária de Desenvolvimento Econômico, Gislaine Magrini. A secretária geral será Tainara Silva Rosim Braga, irmã de Suéllen.

O Plano B?

A informação, fresquinha, logo alimentou suposições e especulações nos bastidores da política bauruense. Eis uma delas: ele viria para ser o Plano B e candidato a deputado no lugar da mãe de Suéllen, a presidente do Fundo Social de Solidariedade, Lúcia Rosim, que ficou na mira de vereadores recentemente, por causa da forma como faz as entregas de cestas básicas.

Uma dúvida

Outro comentário ouvido nos corredores das Cerejeiras e da Praça Dom Pedro II questiona até que ponto a ida de Gislaine Magrini, anteriormente, para a Sedecon tem a ver com essa nomeação do pai da prefeita no PSC, partido ao qual Gislaine já era filiada e dirigente.

Mudança?

Outra especulação é a de que Suéllen Rosim quer mudar de partido, algo que ela já estaria planejando há alguns meses, e agora teria surgido a possibilidade. Por esse raciocínio, obviamente, ela se filiaria ao PSC. Mas só o tempo dirá. Estamos apurando os motivos do virtual descontentamento com o Patriota.

Tarifa/circular

A prefeitura apresentará hoje ao Conselho de Usuários e às empresas que fazem o transporte coletivo urbano em Bauru a proposta de reajuste da tarifa. Mesmo se confirmados os 15% aventados ontem, o valor ficará abaixo do que a Transurb definiu como ideal para recompor os custos.

18h45 de hoje

O presidente da Emdurb, Luiz Carlos Valle, informa que a reunião extraordinária do Conselho de Usuários do Transporte de Passageiros de Bauru, quando será apresentado pela prefeitura um novo valor de tarifa do transporte coletivo urbano, será às 18h45 de hoje, na Emdurb.

Reunião/Recinto

A diretoria da Associação Rural do Centro-Oeste (Arco) se reunirá nesta quinta-feira (13) com a prefeita Suéllen Rosim para tratar da desocupação do Recinto Mello Moraes. O prazo dado pela prefeitura para que a Arco deixe o recinto é o dia 15 de janeiro. Porém, a licitação que vai definir nova ocupação ainda está sendo preparada e não tem prazo para ser lançada, o que pode levar o recinto a permanecer vazio até lá, colocando em risco as benfeitorias feitas no local.

Ler matéria completa

×