Bauru e grande região

Tribuna do Leitor

O que era ruim ficou mais caro e pior

por João Paulo R. Cabette

10/08/2019 - 06h00

Na última quinta-feira (08/08), o Congresso Nacional nos reservou uma infame notícia, houve a aprovação perante a Comissão Mista de Orçamento, do projeto da Lei de Diretrizes Orçamentárias para o ano de 2020, onde fixou-se percentual de repasses para o Fundo Eleitoral.

Esta notícia inicialmente parece irrelevante, entretanto, na prática ela autoriza o incremento de R$ 2,5 bilhões de reais nos valores repassados aos partidos políticos para as eleições municipais de 2020.

Para termos ideia, o Fundo Eleitoral destinado aos partidos nas eleições de 2018 foi de R$ 1,3 bilhão de reais, ou seja, os partidos políticos terão três vezes mais dinheiro para financiar seus candidatos em 2020!

Durante a sessão legislativa desta aprovação, era possível contar nos dedos os parlamentares contrários a este assalto.

Esta é a tradução do verdadeiro escárnio ainda produzido pela velha política, o dinheiro do povo brasileiro é tomado à força para ser servido a verdadeiros vampiros com sede de perpetuação no poder.

Devemos mostrar nosso inconformismo com tal destinação, os partidos políticos devem buscar seu autofinanciamento, direitamente com seus filiados, e abdicarem do uso do dinheiro público.

Ler matéria completa