Bauru e grande região

por Demerval Assis da Silva

11/08/2019 - 06h00

Pode até ser pura jogada de marketing para aquecer o comércio, mas, como se diz, faz parte. Assim como partiu meu pai, o qual nós oito sempre tratamos de papai, e que agora presente já não temos mais.

Vindo de Pernambuco como retirante da seca e da fome, foi trabalhar nas terras do nosso avô, de onde saiu fugido, com minha mãe. Os dois se apaixonaram e com a quase certeza de ter a mão de mamãe pedida e ser negada. Fugiram e só voltaram depois de tudo consumado. Casados, não poderiam ser mais 'caçados'.

Foram então pelos pais (meus avós) abençoados e aqui estamos hoje, remoendo-nos às vezes as saudades, mas convictos que tudo foi cumprido da forma mais amada, de ambas as partes, o que nos dá tranquilidade por termos sido filhos abençoados, de ter tido pai, papai da melhor qualidade.

"...Pai senta aqui que o jantar tá na mesa, fala um pouco, sua voz tá tão presa, nos ensina esse jogo da vida, onde a vida só paga pra ver..." (Fabio Jr.). Feliz Dia dos Pais a todos!

Ler matéria completa