Bauru e grande região

Tribuna do Leitor

Coleta orgânica ineficiente

por Noemi Rueda

12/01/2020 - 06h00

Bom dia! O motivo deste contato é um fato ocorrido dia 28/12 - um sábado, em minha rua: Santa Paula, 3-51, no Jardim Redentor. A coleta de lixo orgânico passa em minha rua terça/quinta e sábado.

Já é de conhecimento da presidência da Emdurb que o fato de se amontoar lixo nas esquinas está em desacordo com a Lei Complementar nº 234/90 - Código de Limpeza Urbana, Cap. III Art. 13, mas, a despeito de todas as reclamações de grande parte dos munícipes e da mídia em geral, nada é feito para mudar isso.

Os fatos que seguem aconteceram na esquina de minha residência, na data supra citada:

1 - Quando fomos colocar o nosso lixo para a coleta, descobrimos que os coletores colocaram todos os sacos da quadra em nossa calçada (esquina da Santa Paula com São Jerônimo), sem nossa permissão. 2 - Com o forte sol da tarde batendo nos sacos (alguns mal embalados), todo o odor do lixoveio pra dentro de casa. 3 - Como o nosso lixo é nossa responsabilidade, colocamos ao lado do nosso portão (foto enviada em anexo). 4 - Da esquina até o portão são 5m mais ou menos e o nosso lixo não foi coletado. 5 - Como resultado de tal descaso, os cachorros de rua rasgaram todo o saco, pois havia sobras e carcaças de peru, frango e outras carnes que ficam congelados durante a semana até a hora do descarte - sempre fazemos isso exatamente para evitar o cheiro e para que não haja ataques de cães ao lixo e nem desconforto para o coletores. (também foto em anexo)

Sendo assim, gostaria que me respondessem algumas dúvidas:

1 - Se é de conhecimento da Emdurb que a prática de colocar o lixo em calçadas e muitas vezes quase no meio da rua é ilegal, por que ainda insistem em tal prática?

2 - Qual é a razão de se pedir " caixinha de Natal" se o serviço é sempre precário e mal executado?

3 - Quando a Emdurb vai começar a trabalhar dentro das normas e dar o exemplo de gestão e boas práticas de trabalho e segurança?

4 - Por que os coletores andam pendurados nos caminhões sem nenhuma segurança se as ruas e avenidas de nossa cidade e o trânsito são extremamente inseguros - ruas esburacadas, com desníveis, lombadas etc?

A empresa vai esperar acontecerem acidentes para tomar providências?

Eles pelo menos não poderiam ter cintos com ganchos para se prenderem ao caminhão?

5 - Se um coletor de lixo se machucar pelo fato de algum munícipe ter colocado no saco um objeto perfuro cortante como vão saber quem foi e punir o infrator?

6 - Quando animais soltos na rua rasgam os sacos amontoados na esquina, quem vai limpar?

Porque, a partir do momento em que o lixo sai da frente da residência, ele não pertence a mais ninguém. Enfim, são esses os questionamentos que acredito de muitos com relação ao serviço que já foi bom, mas hoje, talvez por falta de uma política que valorize o funcionário e que não os façam trabalhar por muitos, a Emdurb tem deixado muito, mas muito mesmo a desejar; não só na parte de limpeza pública, mas também na gestão do trânsito, conservação e colocação de placas, faixas divisórias em rotatórias e ruas de mão dupla, semáforos, etc etc e etc.

 

Ler matéria completa