Bauru e grande região

Tribuna do Leitor

Depois de Jesus

por Humberto Schuwartz Soares

14/01/2021 - 05h00

Após o sucesso de Jesus, Domènec teve vida breve e Rogério Ceni está na corda bamba. É grande a insatisfação com Ceni e fala-se em substituí-lo, mas falta opção à altura.

O Flamengo tem uma solução caseira, mas ainda não percebeu. Pior cego não é aquele que não vê. Ele é o cara, maior ídolo rubro-negro de todos os tempos e com vasta experiência internacional de sucesso como técnico da Seleção Japonesa, Fenerbahca (Turquia), Bunyodkor (Uzebequistão), Cska (Rússia), Olympiacos (Grécia), Seleção Iraquiana e Al-Gharafa (Catar).

Trata-se de Zico. Até então retraído, na zona de conforto, mas aguardando o chamado para novamente fazer o elenco de craques brilhar. Zico brilhou como jogador, agora vai brilhar como técnico.

Ler matéria completa