Bauru e grande região

Tribuna do Leitor

Combate à covid-19

por Fabrício Rodrigues

11/04/2021 - 05h00

Em nossa região vemos bons exemplos de combate ao coronavírus, como por exemplo a cidade de Lençóis Paulista, que consegue testar em massa, tem um protocolo claro e uma Comissão de Combate à Covid-19 atuante e com pessoas técnicas, com muito conhecimento sobre saúde, ciência e administração pública.

Penso que o exemplo de Lençóis Paulista deve ser seguido, realizar a testagem em massa, através do Censo-Covid, mapear os focos, isolar os contaminados e atrelado a isso ainda conseguir uma flexibilização para que o comércio da cidade funcione.

Como toda a minha "leiguice" sobre a saúde, penso que não sou autoridade no assunto, mas quanto à gestão e planejamento posso compartilhar com vocês um pouco do que penso, que vai de encontro ao que Lençóis Paulista vem realizando, que seria testar, analisar os dados, planejar, executar e fiscalizar.

Uma regra que aprendi nesses anos de vida é sempre ouvir quem sabe mais sobre um determinado tema, assim posso aprender mais e então questionar, mas não para provar minha razão e sim contribuir sempre que possível positivamente, porque quando o assunto é saúde é melhor estar vivo do que ter razão!

De tudo que li sobre a Covid-19, para mim ficou claro que seria inevitável conter a propagação do vírus sem a vacina! Junte-se a isso diversos fatores que contribuíram, como a inércia do Ministério da Saúde, maus exemplos de políticos negacionistas, a "politicagem" daqueles políticos que se dizem fazer algo para combater, e aquela parcela da população que não sabe ouvir, ler e interpretar regras e recomendações, que fizeram e fazem aglomerações que põem em risco a vida de terceiros, não estão "nem ai" mesmo se estes terceiros forem um ente querido.

Estados até tentam se juntar para criar um plano de ação em conjunto, mas em um país com dimensões continentais, com pessoas e pensamentos diversos, levando e conta a divisão política óbvia onde direita e esquerda propagam ódio um contra o outro é quase impossível fazer algo em conjunto! O vírus chegou no local exato para se tornar ainda mais forte, o Brasil!

Já ouvi cientistas defendendo o lockdown nacional e autoridades em saúde defendendo a regionalização do combate com ações locais, confesso que a regionalização me agrada mais por questões de planejamento e logística, é mais fácil você controlar o micro do que o macro, mas como um navio à deriva e sem comandante chamado Brasil, uma hora vai ter que fechar tudo!

Torcemos para que as vacinas cheguem antes e possamos voltar à normalidade de outrora, se é que será possível!

 

Ler matéria completa