Bauru

Tribuna do Leitor

Ascendendo o destino

por Darcy Furlan Bueno

22/07/2021 - 04h35

Qual é o nosso destino? Será que está alinhado ao nosso carma? Ou será que dependendo do contexto entre eles está o livre arbítrio? Para definir o belo e o feio vou citar uma frase de José Saramago "O Bem e o Mal não existem em si mesmos, cada um é somente a ausência do outro."

Seguindo: Há histórias de abandono, traição, amor não correspondido, crueldade impenitente, desejo de validação, vingança ou agir na intenção de saciar nossas vontades, .... lutar contra esses vícios é uma batalha diária, heroica e necessária.

Outra dúvida:" A vida nos envolve de sofrimentos e expiações por coisas que fizemos no passado e nessa densidade é tudo o que podemos esperar"? Se encararmos a perspectiva de ascensão espiritual, estaremos entrando no paradigma da manifestação criativa, no qual temos que estar dispostos a nos libertar das escamas de nossas obrigações.

Caso você ainda está lidando com familiares difíceis, arrependido de relacionamento mal resolvido, está na obrigação de ajudar o próximo, ... esse é o caminho correto e perfeito, nesse grau de consciência ocorre a limpeza dos nossos sentimentos e pensamentos, o que faz com que possamos gradativamente nos libertar, saindo assim, do nosso egocentrismo.

Se você estiver disposto a abrir mão de velhas obrigações e trazer luz para aqueles que prefere viver no escuro, você encontrará em seu caminho luzes de elevadas vibrações de alegria e harmonia. Ascenda essa luz e encontrarás a energia de seu potencial mais elevado ao comunicar em oração com o divino.

Ler matéria completa