Bauru

Tribuna do Leitor

À beira de um ataque de nervos...

por Paulo Neves

23/06/2022 - 05h00

Não é o filme de Pedro Almodóvar, que é ótimo, esse texto é sobre a saúde mental dos telespectadores brasileiros, afinal, ninguém merece Jader Rocha, Nalbert, Marco Freitas, Fabi Alvim, Luis Carlos Jr, na hora do almoço, do jantar, no lanche... Ninguém merece!

Acompanhar o Sportv Futebol/Vôlei é um exercício franciscano, muito difícil para a saúde.

Não há coração que resista!

Sportv enquanto cobertura presta um grande serviço ao esporte brasileiro, principalmente no Judô, Natação, Atletismo, Boxe, Patinação, Skate, Surfe, Futebol Feminino, uma cobertura extraordinária nas Paraolimpíadas...

Mas, sempre tem um mas, no futebol e no vôlei, que estão nas mãos de profissionais prolixos, verborrágicos, estúpidos, demagogos, chatos, ufanistas, passadores de pano, fazem "tipos", como é o caso de Luis Roberto, Villani, PVC (é só números), André Rizek, entre outros...

Quando o comentarista de vôlei Marco Freitas começa a sessão "Recuerdos", sai de baixo! Vai lembrar saques, ices, títulos de jogadores e jogadoras de 2000 a 2022, serão lembrados nos mínimos detalhes. Quais OIimpíadas que participaram... Quantos vieram da escolinha de base, a papinha que comeram... Tudo agora é fazer parte do 'Projeto', mesmo que seja uma enganação, como foi o projeto de vôlei em Natal, no RGNorte. As coisas agora são híbridas, palavra do momento no mundo esportivo.

Nossa saúde mental não merece! Você pode dizer, e com razão: "desliga ou muda de canal, Paulo!". "Mas eu gosto de Futebol e Vôlei, não tem jeito!"

Ou melhor, vou lançar a minha vingança, uma campanha quase chorando: "Não tem jeito, fica Galvão!".

Ler matéria completa

×